Skip to main content

O caminho é árduo, mas a vista é maravilhosa – Femicidade

FEMINICIDADE – SP

A ocupação da MULHER no espaço urbano.

 

mari sem vergonhaEra uma vez…

Todas nós.

A moça do rosto bonito.

A amiga engraçada.

A colecionadora de cangas.

A cobaia de dietas.

O ponto de referência.

O objeto de fetiche.

O eterno copiloto, sempre no banco da frente.

Mulheres desleixadas.

Mulheres preguiçosas.

Mulheres etiquetadas.

Desleixo pela falta de opções.

Preguiça por indolência do metabolismo.

Etiqueta que não é P, nem M, nem G.

As “fora do padrão”.

Mulheres cansadas de ser gordinhas, fofinhas, curvilíneas, de parecerem erradas.

Mulheres que decidiram cruzar as fronteiras limitadas pela etiqueta e inverter o curso do caminho até a perfeição.

Ao invés de ela vir de fora pra dentro, ela passou a ir de dentro pra fora.

Porque ninguém precisa de um projeto pra ser alguém ou alguma coisa, porque nós somos o que somos, somos pessoas, não somos metas e não vivemos em só um momento do ano.

Somos e vivemos todos os dias e é nosso dever nos sentirmos confortáveis em nossa própria pele, definitivamente, sem culpa.

O caminho é árduo, mas a vista é maravilhosa, e inclui gordo em capa de revista, na tela do cinema, no topo das paradas, nas passarelas internacionais.

Inclui.

Representa.

Está longe de ideias e próximo de realidades.

Somos mulheres gordas.

Mulheres que passaram a se ver como parte do baile, sem roupa provisória, sem planejamento, sem vergonha.

*Faz parte desse caminho reivindicar nosso espaço, reclamar da catraca, do banco pequeno, da cadeira frágil, da roupa que não entra, do comentário opressor na sua foto bonita. Faz parte desse caminho debater, entre nós e entre todos.

Pensando nisso, no próximo sábado, 12/03, Srta. Mari-sem-vergonha, acompanhada de Luci e Rachel do canal falando sobre gordofobia, e das mulheres que equilibram os pratos rodopiantes da Flaminga, Sylvia Sendacz e Cynthia Horowicz, farão parte do evento Feminicidade, que celebra o Dia das Mulheres por meio de uma série de atividades.

Sylvia e Cynthia participarão do bate-papo sobre mulheres empreendedoras – das 12:00 às 14:00.
Luci e Rachel serão mediadoras da roda de conversa sobre gordofobia – das 14:00 às 16:00.
Mari coloca pra fora seu lado consultora de estilo no workshop especialmente desenhado para mulheres gordas das 16:30 até às 18:00.

É tudo gratuito, só falta vocês!

O evento acontece em São Paulo, na ViLinda – Rua Simão Álvares, 784 – Pinheiros.
Confirme presença e confira a programação completa aqui!

Mariana Camargo

Mari-sem-vergonha é a Mariana Camargo, meio menina, meio mulher, tem 30 anos e é paulistana de coração há 13, mudou pra cidade grande pra estudar – virou advogada e é também consultora de estilo e idealizadora do projeto Ih! Não tenho roupa!, puladora de carnaval de rua, proprietária de uma linda bicicleta com cestinha e praticante de yoga, tomadora de cerveja, comedora de brigadeiro, dona de um manequim 46 desde os 11 anos, conheceu e se apaixonou pela Flaminga uns meses atrás. Hoje é colaboradora desse blog e vai dar um monte de dicas legais!

2 comentários em “O caminho é árduo, mas a vista é maravilhosa – Femicidade

Deixe uma resposta