Skip to main content

Prazer! Sou a Mari-sem-vergonha.

 

 

mari-sem-vergonha“Era uma vez…

Uma menina gordinha.

Uma menina que fazia jazz, ballet, futebol, natação.

Uma menina que adorava andar de patins e bicicleta – e vivia com o joelho ralado.

Uma menina que não tirava o shortinho da Carla Perez e segurava o tchan como ninguém.

Uma menina que tinha uma conta secreta na sorveteria.

Uma menina que tinha um apetite do tamanho da sua energia.

Era uma vez uma menina que fez a primeira dieta com 8 anos de idade.

Uma menina que sem sair do lugar, viajou da Flórida à China.

Uma menina que adora gororoba de suco verde e salada, mas não abre mão da batata frita.

Uma menina que morre por um brigadeiro (e acha um saco dar satisfação por não ter peso na consciência).

Era uma vez uma menina que resolveu contar pra todo mundo que tá tudo bem.

Uma menina que cansou de pedir com licença pra se sentir bem na própria pele.

Uma menina feliz, amada, querida, realizada e, sim, gorda.

Eu sou essa menina.

Eu sou essa menina e resolvi desabafar quando recebi minha primeira sacola da Flaminga. (Clique para ver)

Eu sou essa menina e resolvi que roupas precisam servir em pessoas – e não o contrário.

Eu sou essa menina e resolvi que estou autorizadíssima a me amar todos os dias.

Eu sou essa menina, você é também essa menina, a gente é essa menina.

Somos a menina que não atrai pela cintura fina, mas pelo sorriso fácil.

Somos a menina que sempre precisou ser um pouco além e que, sim, segura o tchan como ninguém.

Somos a menina que trocou o maiô pelo biquíni.

Somos a menina que vê beleza por todos os cantos.

Somos corpo e alma.

Somos sem vergonha.

Eu sou a Mari e vou estar aqui com vocês, pra falar ,contar e ouvir histórias sobre esse nosso universo gostoso (sem vergonha nenhuma)

Um beijo grandão e até o próximo causo ♥︎

Mariana Camargo

Mari-sem-vergonha é a Mariana Camargo, meio menina, meio mulher, tem 30 anos e é paulistana de coração há 13, mudou pra cidade grande pra estudar – virou advogada e é também consultora de estilo e idealizadora do projeto Ih! Não tenho roupa!, puladora de carnaval de rua, proprietária de uma linda bicicleta com cestinha e praticante de yoga, tomadora de cerveja, comedora de brigadeiro, dona de um manequim 46 desde os 11 anos, conheceu e se apaixonou pela Flaminga uns meses atrás. Hoje é colaboradora desse blog e vai dar um monte de dicas legais!

39 comentários em “Prazer! Sou a Mari-sem-vergonha.

  1. Ameiiiiii essa menina Mari , q consegue de um jeitinho só dela ,por em palavras oq sente tdas nós q nunca entramos nós padrões de beleza !!!! Sucesso Mari bjsssss

  2. Quanta coincidência!!!! O nome, a idade, as características e até o fato de ser sem vergonha! Amei!!! Quero muito poder acompanhar e te ajudar nessa empreitada aqui, pois nos achei parecidíssimas à primeira leitura!!! Sinto que vou me identificar muito!!!

  3. E com essa simples palavras e ao mesmo tempo profundas da Mari, que hje deixo de ter vergonha do meu corpo, sempre fui gordinha e isso nunca vai mudar radicalmente então… Agora eu digo com todas as letras EU ME AMOO!

  4. Aí meu Deus, quanta delicadeza! Também sou sem vergonha e adoro cerveja e como brigadeiro, e todas as delícias que eu quiser sem culpa nenhuma. E minhas dobras e curvas, e todos os quilinhos a mais não me incomodam.
    Amei o texto e não vejo a hora dos próximos.

  5. Mari tb sou Mari e sua história é igual a minha sem tirar uma vírgula, fico emocionada em saber como tem muitas garotas com a mesma história mudado apenas de endereço.
    Sucesso querida!!! se vc tiver canal no you tube me passa. ficou show o seu texto!!!!

Deixe uma resposta